LUTA CONTRA O REGIME MILITAR

Estudante universitário em pleno regime militar, Marcio se une aos milhares de jovens que lutam por justiça social e democracia. Milita no Partido Comunista Brasileiro e, em seguida, participa da Aliança Libertadora Nacional (ALN).

Em 1969, Marcio é preso pelo regime militar. É mantido como preso político por quatro anos, o que lhe custou o emprego e a interrupção do curso universitário. Retoma os estudos após sua libertação, formando-se, em 1977, em Administração de Empresas.