Polo de Educação Integrada garante formação profissional e lazer a alunos da rede pública no Barreiro

Unidade também ficará aberta à comunidade em geral com oferta de atividades esportivas aos fins de semana

A região do Barreiro recebeu, em junho deste ano, mais um equipamento público que está mudando a vida dos moradores da região. A inauguração das primeiras atividades da Escola Municipal Polo de Educação Integrada oferece atividades extracurriculares a alunos de seis escolas municipais dentro do Programa Escola Integrada. As crianças têm atividades físicas recreativas, laboratório de informática, oficinas de música, dança, artesanato, teatro, artes plásticas e literatura, todas ministradas pelos professores das escolas.

Popularmente chamado de Point Barreiro, esse modelo de escola é resultado de uma parceria entre a Prefeitura de Belo Horizonte e o governo de Minas. “A estrutura física pertence ao governo e a prefeitura é responsável pela administração, planejamento das atividades, aquisição dos equipamentos, contratação de pessoal e manutenção”, explica a vice-diretora da escola, Érika Fernandes Cecílio.

O local, explica ela, foi planejado para atender mais que os alunos da Escola Integrada. “Vamos iniciar um programa de cursos à distância em parceria com a Universidade Federal de Viçosa. Serão duas turmas, com 50 alunos cada, formando técnicos em agropecuária e em informática para internet”. Os cursos serão gratuitos e estarão à disposição, inclusive, de moradores de municípios vizinhos.

O espaço será incluído, em breve, no programa Escola Aberta e estará à disposição da comunidade do Barreiro no período noturno e nos fins de semana. “Vamos disponibilizar nossa biblioteca e as salas de informática, oferecendo cursos, cujos instrutores já estão contratados”, explica a vice-diretora.

O local ainda será palco de cursos voltados para participantes de oficinas de outras unidades da rede municipal, uma forma de capacitar mão de obra para o programa Escola Integrada. Segundo Érika Cecílio, serão oficinas de artesanato, construção de instrumentos musicais e até de uma rádio, que fará transmissões para uma rede interna do Point. “Vamos receber os ensaios da Companhia de Arte PEA (Programa Escola Aberta), que produz musicais, e também abrir um núcleo de musicalização, com formação em instrumentos de orquestra.”

Anexo à escola está em construção um Complexo Esportivo com campo de futebol, salas de ginástica e quadras poliesportivas que, além de atender ao Escola Integrada, será utilizado pela população. “Vamos ter ‘oficineiros’ para propor e organizar atividades, abrir para o uso da comunidade, realizar torneios esportivos regionais e escolares, além de capacitar pessoal da rede municipal de ensino”, enumera Érika. O complexo está previsto para ser inaugurado ainda no primeiro semestre de 2013.

Outras Realizações